sábado, 30 de janeiro de 2010

Chuva.



Vamos voltar
Voltar ao princípio
Para quando a Terra, o Sol e as estrelas se alinharam

Porque o perfeito não me pareceu tão perfeito
Fazer um quadrado caber num círculo
Não foi fácil

Eu estou sumindo
Perdendo cada cor
Tentando achar um pigmento de verdade
Debaixo da minha pele

Porque o diferente
Não me parece tão diferente
E sair é melhor
Do que sempre ficar em casa
Sinta o vento

Deixe a chuva cair
E despertar nossos sonhos
Deixe ela lavar
Minha sanidade
Porque eu quero ouvir o trovão
Quero falar bem alto
Deixe a chuva cair

E então eu me purifico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado