sábado, 23 de janeiro de 2010

A janela.



Estou desistindo, desistindo bem devagar
Olhe meu rosto de quase cansado de tentar

Ja carimbei você em meu destino, e acho que mesmo que eu não consiga, uma parte já fiz, que é a de você ter feito parte dele.

Dei abrigo a uma dúvida,
Estou trancado dentro de casa junto com ela, enquanto você segura a chave...
Tenho morrido pra sair, mas essa não sera a minha morte.

Sou refém da minha própria persistência.
Detido e forçado a tentar...
Mas não posso pedir de novo, aquilo o que você já me deu.


"- Mas o que é aquilo? Uma janela aberta?

'Pulei, sai, cansei e desisti'

Um comentário:

  1. Querendo ou não, as pessoas nos marcam simplesmente por terem nos olhado uma vez...

    Curti o txt. Gostaria de ver mais como estes pela net...


    Abraço,

    http://gritosquenaodei.blogspot.com

    ResponderExcluir

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado