terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Tempo, pare por favor



Por favor, pare agora que eu preciso de um tempo
Um tempo sem tempo é tudo que eu preciso
Eu preciso pensar no tempo que passo
E pensar no meu tempo futuro

Eu posso te esquecer
Eu só tenho que querer
Tenho que tentar também
Sem esforço isso não vai dar certo

Preciso pedir ajuda
Mas sem contar pra ninguem
Vou ler livros e assistir filmes
Quem sabe isso me faça bem

Você é gay?
Vai fala só pode ser
Tenho certeza que é
Por isso não percebe minhas indiretas

Ta eu parei e desisto de tudo
Sou fraca? É você que pensa
Fui forte até demais
E sou forte todos os dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado