domingo, 25 de abril de 2010

Não me esqueça.

Você pensa no que eu penso?
-Não, você provavelmente não pensa.

Cansei de pensar em você.
Cansei de viver em novembro.
Cansei de idealizar o que NUNCA vai acontecer.

Você não gosta de mim.
Sou um bom amigo... eu sei, você também é.
Mas todo dia eu penso no que você me disse em um fim de dia qualquer... Que minha amizade estava acima de qualquer outra coisa... e por estar em cima de tudo... não poderia ser mais que isso.

Eu nunca te tive... e você sempre me tem.

Eu gosto de você...

Vou lembrar do que senti, vou lembrar do seu rosto, vou lembrar de tudo... vou lembrar de você.

Não me esqueça.

A glória do amor

Amar é uma glória

Um privilégio só para quem é capaz

Um escape para quem sofre

Uma arma para quem não sabe usar.

Guerra Fria.


Excesso de amor, torna um relacionamento obeso... preso em toda sua gordura.

Não quero voltar para o dia em que nos conhecemos... as coisas não acontecem à toa.
Prefiro ficar nessa guerra fria, que causa arrepios na minha espinha dorsal... os arrepios fazem meu pescoço se contrair de modo que eu fique com a cabeça em pé... e é assim que ela vai ficar, sempre em pé.

Não quero misericóridia... não são necessárias armas em um guerra fria... apenas palavras.

Minha boca é um revólver, um canhão, uma bomba.
Não quero que minhas palavras te machuquem, não quero que deixe mais cicatrizes que já deixou... quero que elas te curem... mas armas não curam.

Odeio guerras, e quero fugir dessa... não vou levantar bandeira branca... não vou me render... apenas não vou lutar... minha arma é poderosa e não quero usá-la.
Vou para o Japão... me esconder no oriente.

Não me esqueça, estou indo... vou de taxi... a viagem vai ser demorada.
Talvez eu volte falando uma lingua diferente, mas ainda serei eu mesmo...

Estou indo então... seguir meu caminho, por uma estrada que se chama amanhã.
Vou seguir meu caminho, não quero ser seguido.

Aqui, aqui e aqui... são meus lugares.
Lá talvez não seja mais.

A guerra fria acabou em 1989 com a queda do muro de Berlim.

Bored of Your Love - Meg & Dia

sábado, 24 de abril de 2010

Eu não...

seguirei seus passos só porque me afetaram até o osso.

Pra mim tudo é irrelevante para uma história que NUNCA vai acontecer.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Eu me engano

Eu não preciso continuar nessa de querer ser igual a você, na verdade eu nunca quis
Não preciso seguir seus passos só porque você conseguiu afetar o centro do meu coração...

Talvez se eu conseguisse enxergar apenas seus erros, eu pudesse me enganar...

Eu vou passar por cima de tudo isso, antes que comece...
Vou passar por cima disso tudo porque nunca mais vai acontecer comigo.

EU SOU O REI DA ENGANAÇÃO!

Depois disso apareceu um buraco no meu coração, por onde escorrem minhas lágrimas... então não se surpreenda se nunca chorei por você.

Existem segredos guardados aqui para sempre... palavras que jamais serão ditas...

Não quero mais me enganar... tenho pressa em sair.

>>>>

E eu me martirizo por culpar você


Mas a culpa é sua.

sábado, 17 de abril de 2010

O errado pode ser certo pra mim desde que eu ache conveniente.

Segundas chances pra mim não importam... as pessoas nunca mudam.

Não quero ficar lutando nessa batalha que eu já perdi... mudei. Mudei de idéia, mudei de indole, só não mudei meu orgulho.

Pode levar tudo de mim... só não pode levar meu orgulho... dessa vez não.
Eu costumava me conhecer tão bem....

Como cheguei aqui? Eu acho que sei.

A verdade está comigo, pendurada na minha lingua, como uma ferida em minha boca que quer jorrar por entre meus dentes, mas vou segura-la até o fim.

Olhando para trás.... eu vejo o que eu fiz... eu me fiz de idiota esse tempo todo.
Mas essa não é a verdade.

Não quero ficar revirando meu baú negro de memórias, já esta empoeirado e não quero espirrar.
Esqueci o que tem dentro dele, mas ainda sei onde encontra-lo.
Eu idealizo: "Eu não quero mais" ; meus pensamentos você não pode ler. Não se esqueça.

Não é minha intenção correr, mas quanto mais me aproximo da porta... sinto mais vida que nunca.

Posso fazer minhas próprias decisões:
Eu nunca quis algo tão intensamente... nunca quis algo tão longe.

"Cleck" - Alguém esta abrindo meu baú... encontraram... acho melhor eu sair antes que queiram e mostrar aquilo que menti que perdi.

Posso sentir a pressão... está se aproximando... acho que tudo ficará melhor... sem mim.

Como eu ia saber que o que eu cravei na pedra seria tão temporário? Não me pergunte pra onde vou.... eu não sei e quero que se foda.

E escrevo só para constar que estou bem... não vou dizer que estou triste em partir... porque não estou.

Observe tudo o que eu queria acontecer agora.

Assim termina mais uma vez



O seu amor que um dia
Me enfeitiçou
Hoje não existe mais
E por um erro seu, ele terminou

A culpa não foi minha,
nem tenho nada a ver
Era você que queria,
Algo me dizer

Te dou essa chance,
Essa oportunidade
De falar, para eu entender
Tudo que aconteceu, comigo e com você

Pode ser triste relembrar
E infeliz o quão mostrar
As infinititas possibilidades de voltar
E um erro concertar

Posso voltar atrás
Mas isso eu nem sei
Se é para eu decidir
Nunca mais

Não é uma escolha só minha
Te passo a palavra
Ja pensou no assunto?
Então me diz como fui julgada

Eu posso te provar
Não fui eu que errei
Não posso te julgar
Mas foi você eu sei

Nem tudo que qu queria ser
Eu consigui virar
Mas tudo que você pensou ou quis
Eu queria fazer realidade se tornar

Sei que foi esforço meu
E foi melhor assim
Se o esforço fosse seu
Ficaria ruim

Assim agora ja deu
Eu ja te esqueci
Maldades não fui eu
Vontade de sair daqui

Inevitável


Eles querem adiar o inevitável
Mas quem é que vai saber quando isso irá acontecer?
Não sabemos
Hoje ou amanhã pode ser

O que você não pode fazer é desanimar
Pegue suas coisas e volte a estudar
Só com seu esforço
É que passa no vestibular

1 ou 2 pode ser até 3
Aprendendo, não importa
Chegará sua vez

1 ou 2 pode ser até 3
Aprendendo, não importa
Chegará sua vez

Quando eles não deixarem
Não discuta por favor
Essa é nossa sociedade
De pessoas que querem seu bem

Mas não podem afastar
Aquelas que querem seu mal
Eles querem te controlar
Pensam que é o melhor para você

Ignore-os sem eles saber
E faça seu próprio ABC


1 ou 2 pode ser até 3
Aprendendo, não importa
Chegará sua vez

1 ou 2 pode ser até 3
Aprendendo, não importa
Chegará sua vez

10 minutos e 50 segundos.

É só isso
Já sei para aonde ir
E acho que vou nessa sozinho

50 segundos e acabou

As perguntas ainda são as mesmas
Não vou perguntar nunca mais, porque estou me salvando de você

Aquele dia dei a desculpa que fiquei na chuva te esperando... essa já é conhecida... tenho certeza que você desligou o celular

10 minutos e acabou

Ai começou a chover de verdade, fui embora. Vou me salvar de você
Estou me salvando de você

É só isso
Já sei para aonde ir
E acho que vou nessa sozinho

Você sabia desde o começo, sobre as mudanças que aconteceram, você disse o que disse.
Você NUNCA vai mudar suas maneiras
Eu não desistiria de nada, não precisava provar nada a ninguém
Não restou nada a dizer, a não ser que você nunca vai mudar suas maneiras.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

O vício da vida


Nem todas as escolhas da vida são fáceis de serem decididas
Ou melhor, nenhuma escolha é fácil de ser feita
Mas como você pode escolher o lado que você nunca esteve?
Como você pode escolher algo que nunca experimentou?

Você pode!

Não tenha medo de tentar, isso no máximo pode estragar sua vida
e te levar a morte.
Mas o que é a morte? O fim da vida? Ou o começo de uma nova
esperança?
Não sonhe que realizar seu sonho é ou será a coisa mais importante da sua vida
Porque não é, e não será.

Você vai chegar ao topo e perceber que voltou ao inicio
Essa é nossa vida sob escorregador.
Aqui em baixo sentimos uma sensação melhor do que lá em cima
Pois não temos a obrigação de descer, subir ou continuar no alto.

A escolha de hoje decide o futuro do seu amanhã
Mas não pense que o seu futuro é certo
Incertezas ocorrem para você ter certeza do que quer
E tenha certeza que a sua certeza é incerta

Não procure em mim a perfeição
Poderá encontrar ou não, dependerá apenas do seu modo de me ver
Veja - me como a águia que voa pelos montes mais altos
Ou como o inseto mais nojento que conhece

Tanto faz!

Você não me conhece com exatidão para me julgar
O julgamento é injusto quando usado para a condenação
Porém infinitamente justo para o absolvição
Não se prenda ao modo de enxergar e ensaie com os olhos fechados

Sinta as vibrações das cordas vocais em sua mente
O beijo como prova de amor e selamento de uma amizade
A sensação do aperto sentindo coração com coração
Nada paga mais, nada supri melhor a minha carência do que o seu sorriso



Tempo ao Tempo - Pedro Totta

"Às vezes penso em não fazer nada
Deixar tudo como está
Esquecer um pouco dos meus problemas
Jogar tudo pro ar

Me esgotei já faz um tempo
Já perdi a razão
Eu quero sair dessa rotina
Dos dias que vêm e vão

Eu preciso me desligar um pouco desse mundo
Fugir pra outro lugar dar um tempo ao tempo
Eu quero desaparecer seguir outro caminho
Sinto que preciso ficar um pouco sozinho

Cometo sempre os mesmos erros
Estou andando na contra mão
Vou me entregando pouco a pouco
Pois não acho uma solução

Nada mais me agrada
Estou a ponto de explodir
Estou frágil feito uma criança
Qualquer coisa pode me ferir"

Quando mentir for preciso, poder falar a verdade.

Eu nunca estive preso
A escolha sempre foi minha
Me encontrei na escolha certa que se tornou errada
Estou no olho do furacão
Um olho que me observa e vai julgar o que quer que eu faça
Estou neste trem sem freio, que há muito tempo anda pra fora da vida normal que eu tinha

Conversas a longas distâncias, sempre perfizeram para eu não estar lá. Então... porque eu fui???
Eu queria tanto que consegui, mas a gente passa a querer aquilo que a gente não tem.

Com frustração construi meu fundamento
Sou o narrador e este é só o prólogo.

Bem, vamos direto ao ponto:
Quero recuperar o tempo que perdi

Escrevi isso para saber que estarei de volta

Um dia voltarei para "casa", novamente estarei de volta; Espero que sintam o mesmo, espero que as coisas não mudem.

E estava frio na Califórnia mesmo no verão.
Shimbalaiê, e vejo o sol beijando o mar.

Quando mentir for preciso, poder falar a verdade.

Eu nunca estive preso
A escolha sempre foi minha
Me encontrei na escolha certa que se tornou errada
Estou no olho do furacão
Um olho que me observa e vai julgar o que quer que eu faça
Estou neste trem sem freio, que há muito tempo anda pra fora da vida normal que eu tinha

Conversas a longas distâncias, sempre perfizeram para eu não estar lá. Então... porque eu fui???
Eu queria tanto que consegui, mas a gente passa a querer aquilo que a gente não tem.

Com frustração construi meu fundamento
Sou o narrador e este é só o prólogo.

Bem, vamos direto ao ponto:
Quero recuperar o tempo que perdi

Escrevi isso para saber que estarei de volta

Um dia voltarei para "casa", novamente estarei de volta; Espero que sintam o mesmo, espero que as coisas não mudem.

E estava frio na Califórnia mesmo no verão.
Shimbalaiê, e vejo o sol beijando o mar.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Estremeço


Não importa quanto tempo eu vejo você
Só importa o desejo que eu tenho por você
Eu não te vejo e só converso
Arrumo tempo pra te ouvir

Você me diz, não tenho chance
E eu acredito ser feliz
Na minha vida só tem gigantes
Eu estremeço e fico aqui

Em meu mundo de lugares
E pessoas complementares
Em meu mundo de histórias
E fantasias vulgares

Eu estremeço sim ao ver você passar
Eu estremeço ao ouvir seu tom
Eu estremeço sim com o seu olhar
Você está no meu coração

Eu estremeço ao ouvir você tocar
Eu estremeço sim e sem parar
Eu estremeço bem perto de ti
E te ignoro para você me amar

Trágico


Eu tive um sonho tão bonito
E nele aparecia você
Eu te mostrava o infinito
E o meu jeito de viver

Te alucinava com um grito
De alegria e prazer
Queria tanto ter um filho
E senti-lo em mim nascer

Não foi assim que aconteceu
Dentro de mim ele morreu
Mil coisas se passaram em minha mente
E eu sofri demais, terrivelmente

Meu sentimento por ele que faleceu
Era tão forte quanto o de Julieta e Romeu
Eu superei com garra e felizmente
E sonho um dia ter um filho "novamente"

terça-feira, 13 de abril de 2010

Não sei porque.

Quando anos parecem meses... 7 meses parecem 7 dias. E 1 dia para mim pareceu 1 minuto.

Eu vi o mundo ao nosso redor parar
Mas acho que não vou voltar a ver de novo
Senti adrenalina nas veias
E tudo que é feito na adrenalina do momento é imperfeito
Não tenho lágrimas para secarem em meu rosto durante esse tempo
E eu já me cansei de procurar uma razão para o adeus

Porque não consigo falar quando converso sobre você?
Porque perco o folego quando penso em você?
Porque quando fecho os olhos para dormir é você quem vejo?

Honestamente, me diga: porque acabou?

Eu serei o primeiro a partir, mas não quero ser o ultimo a saber.

Posso não ter o melhor beijo, o melhor toque ou o melhor... sei lá.
Mas você sabe que meu melhor verso foi para você.

Posso viver sem você.
Posso respirar sem você.
Posso até sonhar com você

Mas honestamente, me diga: porque acabou?

O mundo continua girando, meu coração continua batendo, mas não estamos juntos, me diga porque acabou.

Serei o primeiro a partir, o primeiro.

Mas não quero ser o ultimo a saber.

domingo, 11 de abril de 2010

Ataques da realidade


A minha imaginação vai além do que existe de mais desumano
Eu sou um homem por baixo desse pano, mas ajo como um animal irracional
Tenho tudo para ter uma vida plena e feliz sem machucar ninguém
Sem magoar ou desrespeitar, sem agredir a moral dos fracos e oprimidos

Eu tenho tudo para ser feliz, só preciso fazer por onde
Vejo fogos e sorrisos e não me sinto desse mundo
O vai e vem não pode me rotular como alguém monótono
Um alguém não pode ser e muito menos o que ele faz pode virar

O sentido que eu digo, penso ou escrevo não está no ar
Mas respire e sentirá as palavras fluírem em sua mente como
Flui o oxigênio no seu sangue, doe sangue
E viva como se agora fosse dois e três e quatro e quantos quiser.

sábado, 10 de abril de 2010

As melhores coisas do mundo.

Parando para pensar, eu cheguei a conclusão de que sim... tenho as melhores coisas do mundo: Uma família maravilhosa, amigos que amo, possibilidade de estudar, sonhos, pretenções, amores platônicos, amores normais, vontade de fazer loucuras inomináveis!

Não sou um adolescente qualquer... sou diferente de todos os outros, tento não ser comum... o comum não atrai.

Permito a todos serem como quiserem e a mim ser como sou... mas todos às vezes não permitem que você seja como você é.

Todos os dias caminho mais longe na estrada da minha vida, não olho para trás e apenas digo tchau para o se chamou de ontem. Minhas idéias mudam... tenho outras vontades, outras pretenções... penso em fazer coisas que jamais imaginei fazer, e penso se realmente eu seria capaz de realizalas... Sou uma incógnita indecifrável, que nenhuma equação é capaz de resolver... nem eu mesmo poderia encontrar seu valor real.
Pensando assim... vejo que minha vida não é a mesma... todo dia ela muda, nem que seja um pouco... e com essas mudanças... as melhores coisas do mundo para mim mudam também...

O que são as melhores coisas do mundo?

Ficar com uma menina que você realmente gosta? [bem, ontem ela deu uma mancada com você... ainda é a melhor coisa do mundo?]

Fazer uma loucura que você sempre quis fazer? [bem, no dia seguinte você se arrependeu amargamente]

Enfim... exemplos fúteis como esses não contam... mas dizem que as melhores coisas do mundo mudam todos os dias... o que era melhor hoje... amanha talves não seja.

Eu sei o que são as melhores coisas do mundo para mim. Corro atrás delas todos os dias, mas mesmo assim, sinto que algo falta... preciso me encontrar no meio de tantos fatos, acontecimentos e mudanças...

Quem sabe quando isso acontecer... eu encontre as verdadeiras melhores coisas do mundo...

Filme > As melhores coisas do mundo


Um filme muito bem feito, completamente perfeito, brasileiro e ótimo, compensa assistir, eu indico com certeza. A saida não foi muito perfeita, fui feliz e voltei triste, mas isso faz parte da vida, no onibus fiquei pensando se eu sou feliz e não cheguei a conclusão nenhuma, falta algo em minha vida e eu ainda não sei o que, amo minha vida, amo meus amigos, mas falta um tchãn, e isso tudo foi o filme que me fez pensar, este filme é muito poético. Conheci a jéé, muito gata e super simpática, prazer todo meu =). As melhores coisas do mundo eu recomendo cinema brasileiro!