quinta-feira, 15 de abril de 2010

Tempo ao Tempo - Pedro Totta

"Às vezes penso em não fazer nada
Deixar tudo como está
Esquecer um pouco dos meus problemas
Jogar tudo pro ar

Me esgotei já faz um tempo
Já perdi a razão
Eu quero sair dessa rotina
Dos dias que vêm e vão

Eu preciso me desligar um pouco desse mundo
Fugir pra outro lugar dar um tempo ao tempo
Eu quero desaparecer seguir outro caminho
Sinto que preciso ficar um pouco sozinho

Cometo sempre os mesmos erros
Estou andando na contra mão
Vou me entregando pouco a pouco
Pois não acho uma solução

Nada mais me agrada
Estou a ponto de explodir
Estou frágil feito uma criança
Qualquer coisa pode me ferir"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado