sábado, 9 de outubro de 2010

Respirando fundo

Tudo o que eu sinto é saudade
Dos meus amigos e da minha outra realidade
Não que eu não esteja feliz
Mas sinto falta da minha antiga felicidade

Ah! A antiga!

Sei que tenho que viver o agora
Mas seria tão bom se eu não estivesse aqui
Ouço e vejo o som da Aurora
Eis que a conclusão é que eu não posso mais sorrir

Está bem, vou parar por um instante
Para pensar em tudo que ocorre em minha vida
Eu junto a um movimento constante
Sem aceleração agora deixo de ser timida

Me sinto melhor, o barulho virou música
E o menino que corria, agora voa sobre o bosque
Não, eu não sou mais uma garota muda
Muito pelo contrário a fala é o meu plano de toque



@emudado by Jessica Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado