quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Uma chave em um barbante


Me esforço para ser feliz em par
Mas no par ou ímpar perdi o direito de amar
Um dia tentei recuperar no jokempô
Ganhei, mas me disseram que não existia mais amor

Fui tola e nessa mentira eu acreditei
Fiz um plano frio de vida e só agora sei que errei
Fiz juras de ódio eterno para um amor antigo
Fiz todo mundo acreditar que não poderiam ficar comigo

Um dia eu soube que o amor poderia ser de novo meu
Só que para isso eu precisava encontrar um tal de Romeu
Ele guardava o segredo do amor eterno
E pra encontrá-lo eu iria bem mais longe que o inferno

Não precisei viajar tanto assim
Tudo bem, foi difícil, mas nada é impossível para mim
O encontrando ele me deu uma chave em um barbante
Para eu abrir e conquistar o coração do meu amante



by @emudado (Jessica Mota)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado