sábado, 5 de fevereiro de 2011

30 Days Letter Project - Dia 4 - Um parente próximo

Obedecendo o título que diz claramente "Um" escrevo para você...

Irmã,

Não se sinta melhor do que o nosso irmão por ter sido escolhida, mas nós duas sabemos que entre você e eu há uma paixão e um ódio desconhecido pelo universo. É especial o nosso conviver, de tudo posso dizer um não gostar risonho e sadio.

Ai coisinha pequena, me lembro como se fosse ontem o dia que a nossa querida mãe chegou com o seu pedaço de corpo em casa, você já deve ter ouvido esta história várias vezes, mas me deixe repeti-la para os novos ouvintes, ou melhor, diremos queridos leitores.

Estava eu deitada na cama de casal dos nossos pais, deveria ter uns seis anos, estava te esperando chegar, mas de não aguentar peguei no sono e o incorporei. Algumas horas depois nossa mãe chegou com você no colo, pequena e graciosa, a colocou do meu lado na cama, pra que? Eu acordei, olhei bem para você e exclamei "Que linda!"

Pois é, desde tal dia você não desgrudou de mim, pulava do berço para deitar ao meu lado, me seguia, queria brincar a toda hora. Me vem até um riso no rosto de lembrar. Tudo bem que você nunca foi criança, bom era, mas sempre pareceu uma criança adulta. Sinto muita saudade do tempo em que eu era o seu exemplo e você imitava as coisas que eu fazia, hoje você tem 14 anos, e talvez para você namorados e amigos sejam mais importantes que irmãos. Não deixo de te entender, eu também já tive 14 anos.

Eu te amo minha irmã, obrigada por me ensinar a dormir no escuro e com a porta fechada, 6 anos mais nova, mas de um tão grande caráter invejado por mim. Me desculpe pelas vezes que eu quis te influenciar à fazer "coisas" as quais eu achava ser melhor para você, espero que a mocinha tome decisões certas na vida. Boa sorte!


Com muito amor,
Jessica Mota Fernandes (@emudado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado