domingo, 25 de dezembro de 2011

Poucas palavras
Compensadas por muita observação

Seu rosto
Seus olhos
Seu cabelo
Seu perfume
Mas e sua vida? Quem você é?

Aguardei dias para poder te ver, e apenas ver... e quando o dia acabou, coloquei-me a aguardar novamente
Só para imaginar uma vida perfeita com você
Por achar que também és um padrão de pessoa perfeita

Sabes apenas meu 1º nome
Não sabes meu passado, mas isso pouco lhe importa
Não me conheces e pouco também o queres

Não passa pela sua cabeça que na cabeça de um completo estranho fazes parte de uma história magnifica, platônica
.
Agora não te vereis mais, e espero que assim o seja, apesar de não querer que isso aconteça.
Quero me livrar deste sentimento lindo, apenas por não poder usufruir dele.

Estou com você
Me dê a mão, e vamos juntos
Eu (não) sei quem você é mas eu...
Estou com você.

João

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado