quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

5inco coisas que mudaram a minha vida - Dia 1 - O princípio

Bom, olá.
Inicio este projeto pelo começo de tudo, o princípio.

Toda e qualquer escolha que tomamos em nossa vida a muda para sempre, e considerando que este sempre não existe, nossas vidas mudam apenas até onde quisermos, ou não.
A primeira mudança que de fato mudou a minha vida e me mudou como pessoa, foi a minha entrada em um curso profissionalizante de nome ESPRO, tudo que acontecera comigo até a entrada neste curso, foi apenas um ensaio.

Lá eu aprendi a me conhecer, a saber quem eu era.

Eu sempre fui uma criança muito tímida, tímida mesmo, ao extremo. Eu tinha vergonha de comprar uma bala sozinha, tinha vergonha de olhar para as pessoas na rua, eu tinha vergonha até de dizer oi. Mas eu era uma tímida diferente, ao invés de eu me esconder atrás de mim mesma, eu me escondia atrás do ser engraçado que existia dentro de mim, eu usava de piadas e palavras engraçadas para fazer amizades e driblar a timidez, só que vez ou outra a vida me pregava umas peças. Por exemplo quando as professoras me pediam para ler em voz alta, responder uma pergunta ou até mesmo anotar o nome dos bagunceiros. Eu tinha muita vergonha.

E foi fazendo esse curso, já na adolescência, que eu aprendi a falar em público (não que eu seja muito boa nisso, mas melhorei bastante)
O ESPRO me propôs aprendizados novos, me ensinou a fazer uma capa de trabalho, me ensinou a pensar e a ser responsável, o aprendizado mais importante que tive nesse curso.

Eu realmente mudei, aprendi a andar de ônibus, andar de metrô, conheci lugares novos, tive contato com papéis de escritórios, conheci escritórios, aprendi como uma empresa se organizava, soube trabalhar em equipe, conheci pessoas, tive amigos e também a minha primeira paixão. Foi tudo muito intenso naquele ano, 2007, eu com 16 anos e aprendendo TUDO de uma só vez. Sobre o amor eu aprendi que nem sempre que amamos, somos amados, e sobre a vida descobri que por mais que sejamos bons, nunca somos bons o suficiente.


Jessica Mota Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado