sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

5inco coisas que mudaram a minha vida - Dia 03 - Estudos

Eu não sabia o que era estudar até entrar em um curso pré vestibular. Deus. Como eu estudei. Estudava de manhã, de tarde, de noite, de madrugada, no trabalho, no ônibus, na biblioteca, no meu quarto, e mesmo assim não passei no vestibular.

Quando me matriculei, não era questão de passar ou não. Era questão de aprender, e realmente todas as aulas que eu tive só me mostraram o quanto eu não sabia. E eu estudei, me matei, mas em uma hora difícil e na hora mais importante, eu perdi o foco. Infelizmente não deu certo. Então eu tentei de novo, e de novo, e nada. Eu poderia pensar que estudar em uma universidade pública não é pra mim, mas eu sei que é muito pra mim. E na melhor hora eu irei passar, o que não posso é desistir e não o farei.

As vezes fico pensando: Porque eu fui fazer cursinho se eu não sabia nem o que era universidade pública? Não obtenho resposta. Para aqueles que acreditam em destino, talvez tenha sido isso, e para os que preferem dizer que foi Deus, eu também acredito muito que tenha sido. Só tenho que agradecer.

O Cursinho da Poli só me proporcionou crescimento. Eu conheci as melhores pessoas do mundo lá. Não é exagero.
Se eu toco violão hoje, é porque um grande amigo, que eu conheci lá, me ensinou. Eu nunca teria tocado para mais de 30 pessoas ouvirem se não fosse o Cursinho. Conheci pessoas tão diferentes lá, diferentes de mim, da minha família e dos meus amigos. Em contrapartida conheci outras tão iguais a mim, tão parecidas. Eu me conheci lá, me encontrei, por mais perdida que eu ainda esteja. Aprendi a beber, a fumar, a não beber e a não fumar. Naquele ambiente eu consegui sentir o amor reinar, eu vi o amor nascer, crescer e se reproduzir, lá jamais eu o veria morrer, jamais alguém verá.

Ouvi tantas histórias, vi tantas acontecerem, outras eu só ouvi mesmo. Fiz projeções, fui projetada. E sai viva de tudo isso. Nenhum lugar pode ser melhor do que lá. Tudo bem que eu penso isso hoje, sei que amanhã meu pensamento será outro, só quero aproveitar enquanto meu pensamento é esse. Agradeço a esse lugar mágico que é o Cursinho da Poli, obrigada por ter mudado a minha vida mais do que eu posso explicar.


Jessica Mota Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado