sábado, 10 de março de 2012

500 cartas para ela - Dia 15 - O convite

Querida N.P

Hoje venho lhe escrever um pedido, na verdade quero lhe fazer um convite.

Vem comigo hoje? Eu vou te buscar na sua casa e só quero que faça uma coisa, segure a minha mão bem forte na frente dos seus pais, então diga à eles que vai comigo até o infinito e já volta. Depois disso a gente sai correndo e rindo, gargalhando... Atravessamos a rua sem olhar para os lados, ficamos apenas nos observando. Quando chegamos ao ponto passam vários ônibus que poderíamos pegar, mas como eu estou olhando para a sua mão que aperta a minha e você para a minha que segura a sua querendo não soltar jamais, não vemos mais nada. A partir daquele momento somos apenas você e eu. Enfim consigo entender o motivo de muitos amigos meus terem me deixado de lado pelo amor para com seus amantes, ainda assim não faria o mesmo, mas vivendo esse momento que acabei de criar percebo, nenhuma modelo que passar por mim será tão linda quanto você, nenhuma correspondente internacional será tão inteligente, nenhum padre será tão confiável e nenhuma mãe terá tanto amor pra dar e receber quanto você. Que vontade de dizer o que eu não devo... Que vontade de que você leia essa carta agora e venha correndo pra minha casa... Vontades... Vontades... São baseadas em momentos que nunca aconteceram de verdade.
E de todas as que tenho, a minha certeza não se mostra unanime em quase nenhuma, isso é provado pelo meu anseio de entrar na universidade, eu não tenho certeza do curso que prestarei, muito menos da faculdade que vou cursar, sou uma das pessoas mais indecisas dessa cidade, mas se eu tenho certeza de algo, é do meu querer por você, sei que hoje quero muito te ter aqui, sei que agora não tenho olhos pra mais ninguém, me dá uma chance só neste instante e perceba que não terá tempo para mudar de opinião, se me quiser nesta data que lê, me terá até o momento em que eu não mais existir.

Com muito amor


Jessica Mota

5 comentários:

  1. Uma das mais lindas *-*

    Algumas partes do meio e do final parecem ateh mei q um pedido e desculpas dps de contar sobre a francesa aki em baixo huahaha *-*

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, morri

    tem tinha pensado nisso USHAUSHAUHSAS, mas vale kkkkkkkkk
    adorei SYASUAHSUAHSUHA, aiai

    ResponderExcluir
  3. Adorei, Jé!! Sempre se superando, eim! Parecia que eu estava lendo um pedaço de um livro ótimo hahaha

    ResponderExcluir
  4. Li essa carta escutando "realize" da Colbie Caillat... a combinação das duas ficaram lindas.

    ResponderExcluir
  5. gostei da combinação João *-*

    que bom que você gostou Jou ^^
    eu me superando? USHAUSH tem umas cartas q tão um lixo =/
    preciso melhorar, vou ler as suas .)

    ResponderExcluir

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado