segunda-feira, 12 de março de 2012

500 cartas para ela - Dia 17 - Ao encontrar-me

Querida N.P

Te procuro em todos os lugares, as vezes até imagino que eu possa te encontrar. Hoje mesmo te procurei por todo o terminal, não te encontrei em nenhum olhar, mas pude te ver em corações apaixonados, pude sentir.
Eu só queria estar andando pela rua e passar por você sem te ver, queria que você me visse e gritasse o meu nome, queria não ouvir e que você corresse atrás de mim, então no momento em que você tocasse o meu ombro eu iria apenas desaparecer ao me virar com um sorriso largo no rosto. Eu não mais precisaria te procurar, eu não mais teria que esperar, tudo que eu sempre quis acontecera naquele instante que você veio até mim. E tudo acabaria ali, pois o nosso desfecho só seria perfeito se o final fosse infeliz. Enfim você me encontraria dentro de ti.

Com amor

Jessica Mota

4 comentários:

  1. Eu sempre finjo que não vejo a pessoa... na esperança que ela faça isso o que vc disse na sua carta. Mas ela nunca faz, nunca fez e nunca fará :'[

    ResponderExcluir
  2. Entendo bem como é esse sentimento.....de querer tanto ver a pessoa, mas não só ver, ver e sentir que oq ela procura e oq ela quer é você....imaginar que ela ira correr, te abraçar e te beijar como se aquilo fosse o mais importante para ela e como se não existisse mais nada.....como se o mundo fosse você! Da mesma forma que para você, o mundo é ela e ela nem sabe disso! Ficou tenso, verdade, mas profundo, como tudo mais que fascina!

    ResponderExcluir

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado