quinta-feira, 1 de março de 2012

Fraqueza

Eu acho que a Paixão sempre tem 3 fases (pelo menos comigo):
1- Aceitação.
Você esta apaixonado por alguém, mas reluta em negar porque você não acha que aquilo seja possível, ou você acha que não seja possível você ter se apaixonado justo por aquela pessoa.

2- Sofrimento.
Se você não consegue o que você quer, ou você sabe que o relacionamento é impossível por N fatores, você sofre como se fosse um coitado, faz tudo pensando na pessoa, age à todo momento como se sentisse observado por ela, presta a atenção no modo como ela se veste, penteia o cabelo, que roupa usa, o perfume... enfim, obsessão.

3 - Libertação.
Enfim você se livra daquele sentimento.
Mas estou escrevendo isso porque hoje tive uma reflexão quanto à isso... estava lá eu, mais uma vez montando minhas teorias malucas, tentando relacionar ciência com cotidiano... pensei no seguinte:
Sentimentos são como drogas. Sentimentos pareados com lembranças talvez sejam como drogas, algo com que nosso corpo vicia.
Você vicia em uma paixão, em um amor platônico. Todos os dias você esta ali, se dedicando à analisar todos os pontos de seu sentimento para com alguém, mas quando você percebe que aquilo te faz mal, você reluta para parar com tudo isso... até que... tudo acaba.

Mas quando alguém se livra do vício de uma droga qualquer... e tem contanto novamente com essa droga, o que acontece em 99,99% dos casos: recaída. O vício volta.

Então talvez... quem sabe uma paixão por uma pessoa ESPECÍFICA seja um vício para o organismo. Você pode se livrar dele, mas e se essa pessoa volta para sua vida, assim... do nada?

Escrevi tudo isso pois hoje vi uma foto de alguém que me fez ferver por dentro.

Desculpem as palavras confusas. #MomentoDesabafo.

João

2 comentários:

  1. Eu gostei muito, super concordo com suas palavras, só essa parte da libertação que é meio uma incógnita neh =/

    ResponderExcluir
  2. huahau sim mew!! mas eh um vício tão gostoso..mesmo q doloroso *-*

    ResponderExcluir

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado