segunda-feira, 2 de abril de 2012

500 cartas para ela - Dia 38 - O tempo

Querida N.P

As cartas estão passando cada dia mais rapidamente e a cada dia que passa eu penso que a carta que virei a escrever será de número anterior à aquela que de fato escrevo.
Não sei se isso é bom ou ruim. Escrever estas cartas já virou um vício para mim, chego em casa e a primeira coisa que faço é ligar o computador para escrevê-las ou transcrevê-las quando é o caso. Sinto que amanhã já acaba tudo isso, consigo ver o dia que chegarei em casa e não mais as escreverei. Já preparei uma surpresa para o último dia, o engraçado é que se eu não conseguir chegar à 500ª carta, não sei o que farei com a surpresa. Espero chegar.
Por mais que eu saiba que você já leu algumas cartas, as vezes fico me perguntando se você ainda lê as que a cada novo dia estão por aqui ou se somente as copia para ler num futuro que nunca chegará. Espero que esteja lendo nesse passado que se torna presente e futuro a cada andar do ponteiro dos segundos.

O tempo passa, os sentimentos passam, mas a amizade se verdadeira sempre permanece e mais do que isso, se fortalece. Amo você.


De uma menina boba que mais parece do que é,
Jessica Mota

2 comentários:

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado