sábado, 21 de abril de 2012

500 cartas para ela - Dia 57 - Uma carta mal escrita

Querida N.P,

Preciso te ver, meus assuntos acabaram, já não tenho mais sobre o que escrever. Esses dias me deram uma dica sobre as cartas, falaram para eu tentar escrevê-las com menos declarações de amor, mas do que seriam as cartas de amor sem as declarações? E eu nem me declaro tanto né? Mas eu realmente concordo que as declarações me cansam e se já estou cansada o certo é desistir, porém acho que aguento umas cartas a mais, juro que não será forçado ou forçando-me, ainda será de coração, prometo. Pois se algum dia não for mais eu saberei que estará na hora de botar um fim no projeto.
No começo da carta eu disse que precisava te ver, mas mudei de ideia, ou melhor, até preciso só que não quero, não quero te ver, não quero te ver, não quero te ver e repito isso mil vezes em pensamento para tentar me convencer. Ah, já não quero mais me convencer de nada, deixe estar, deixemos acontecer... Mudo de opinião constantemente, em um dia tenho certeza que ainda te quero e no outro já não te quero mais.

Desculpe-me pela carta mal escrita,
Jessica Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado