terça-feira, 31 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 20 - Aquele quem partiu seu coração fodamente

Considero que um coração é partido quando ele é iludido e logo em seguida desiludido, sendo assim, não me restam muitas pessoas para escrever.

Menina de lá,

Você realmente foi quem arrasou meu coração mais fodamente, chorei por ti durante semanas, sofri bastante mesmo. E talvez pelo fato da senhorita ter simplesmente desaparecido sem me dar notícias e sem atender meus telefonemas, eu tenha me deprimido tanto.
Acho que a você é a pessoa sobre quem eu mais escrevi, das dores saem os melhores textos né, pois é. Agora que estou mais lúcida posso ver que com toda a certeza a gente poderia realmente ter dado certo, nascemos uma para a outra, só você não percebeu ainda. Preste atenção... Tu nunca serás feliz no amor e muito menos eu, só seremos felizes juntas, só então poderemos desfrutar das maravilhas do coração.
Espero que não seja verdade, espero poder ser feliz sem você, pois sei que jamais irá voltar. Amarei-te para todo o sempre e enquanto haver-me palavras, elas serão tuas também, enquanto eu ainda puder, escreverei sobre o meu eterno amor por ti.

Com muitíssimo amor,
Jessica Mota

segunda-feira, 30 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 19 - Alguém que importuna sua mente bom ou ruim

Pessoas idiotas,

Vocês me incomodam demais, não sabem dar valor ao que tem, deveriam mesmo é perder tudo e começar do zero, sem pais, sem ninguém para passar a mão na cabeça, sem professores bonzinhos...
Olhem ao redor seus tolos, quantas pessoas estão aqui para aprender e quantas estão por zuação, conseguem ver? Vocês muito se encaixam na segunda opção, que tristeza.
Que dó de vocês, mas na última hora perceberão, sei que notarão. Será tarde, mas isso fará vocês mudarem, boa sorte.

Atenciosamente,
Jessica Mota.

domingo, 29 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 18 - A pessoa que você gostaria de ser

A mais entendida,

Olá! Como vai você? Imagino que bem, deve ser legal viver assim como vive, nessa vida louca, desse jeito louco. Eu super apoio. Acho que a vida é muito curta, temos que achar uma causa para lutar, e é isso que você faz, e ainda escreve livros, planta árvores, é alguém muito admirável, uma pessoa muito inteligente, uma estudiosa.
Ai, como deve ser ótimo ser você, um dia eu chego ai, dread na cabeça, filosofia de liberdade, fortificação dos fracos.
Você sabe de tudo um pouco, entende de cinema, de mecânica, pilota avião, já pulou de paraquedas, ganhou um prêmio da academia de letras, já foi palhaço, é ator, escreve bem, desenha também, curte esportes no geral, corre todas as manhãs. Cara, você é FODA.
Gostaria muito de ser você. Parabéns por tudo isso que faz e por tudo isso que é.

Com carinho,
Jessica Mota

sábado, 28 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 17 - Alguém da sua infância

Joel cabeçudo,

Com você vivi uma linda história de amor, talvez por ter sido a primeira e por ter sido com você, tenha sido assim tão marcante. Lembro-me de que eu tinha apenas cinco anos de idade e você tinha oito. Você me amava, levava nozes para mim quase sempre e eu nunca esquecerei de como o seu rostinho ficava quando dizia "eu adoro nozes!" de fato você adorava.
Sinto tanta saudade de você se cabeçudinho, do seu amor, da nossa amizade, dos beijos,,,
Lembra de quando eu te dei um soco na barriga? Quero explicar...
Aquele soco foi dado por culpa da minha timidez. Eu não queria que você contasse para os meus parentes que tu era o meu namorado, era segredo e eu tinha vergonha, por isso te dei um soco no estômago.
Espero que ainda lembre de mim assim como lembro de você e saiba que eu quero muito um dia te rever. Fiquei muito triste por nunca mais ter te visto, eu era só uma criança, ninguém me deu explicações de para onde você tinha ido, só me disseram que não estava mais lá, fiquei triste, lembro-me de que fiquei muito triste, mas as crianças esquecem muito rápido, acho que por um certo período de tempo eu apenas esqueci. Desculpe-me por isso.

Com saudades,
Jessica Mota

sexta-feira, 27 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 16 - Alguém que não esta no seu estado/país

Falsa carioca,

Eu gosto muito de você, confesso que és uma das mulheres que mantêm apaixonada, eternamente apaixonada. Você é linda, Inteligente, engraçada. Como eu não me apaixonaria? Como alguém não se apaixonaria por você?
Sei que sou um pouco lerdinha e que talvez comigo realmente não role sexo, bom, talvez não um casual ou sim, mas o que eu quero mesmo é o seu amor e não o seu sexo, se não for pra ter a sua paixão, que eu nunca tenha se quer o seu beijo.
Hoje eu estava lembrando daquele dia no bar, acho que foi o dia que cheguei mais perto de te ter. Você sentou no meu colo, passou a mão pelas minhas costas, quase que por dentro do meu short e naquele dia não ficamos, não nos olhamos demoradamente, não fizemos absolutamente nada além de continuar bebendo nossas cervejas. Falta de atitude minha talvez? Falta de vontade sua quem sabe? Não sei e de fato nunca saberei, nunca sentirei o gosto dos seus lindos lábios, mas isso só talvez, na prática é bem mais fácil, sóquenão.

Com um ar de "tome cuidado por ai e quando voltar venha ni mim",
Jessica Mota

quinta-feira, 26 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 15 - A pessoa de quem sente mais falta

Boy da tabela periódica,

Ei amigo, ou ex amigo, sei lá como devo te chamar... Sinto sua falta, falta de quando me procurava para dar um abraço forte e matar a saudade, falta de quando me ligava para saber como eu estava e para dizer que ia me ver. Talvez você esteja desapontado comigo, talvez não me admire mais, não me ame mais, mas mesmo que todos esses talvezes sejam verdadeiros e comprovados... Quero que saiba que te amo e amo muito, as vezes penso que você seria o homem certo pra mim, bom, se eu gostasse de homens você seria o perfeito, o homem da minha vida, sei que daria certo, e seria pra sempre, constituiríamos família, teríamos filhos e seríamos felizes, eu sei que sim. Vez ou outra penso nisso, pensava mais no começo do ano, já cheguei até a escrever. Acho que se você tivesse investido em mim, insistido, tentado com mais firmeza de querer... Teria conseguido me conquistar, na verdade você conseguiu, só não sabe e nunca irá saber porque não virá a ler esta carta. Não agora, não por hora.
Sinto falta de você, desculpe-me se te fiz sofrer, chorar ou ter raiva de você. Óbvio que nunca foi a intenção. Nunca irei esquecer muitos momentos que passamos juntos, é possível que eu esqueça alguns, invente outros, mas uns bons eu sempre terei em mente.

Com um amor impensável,
Jessica Mota

quarta-feira, 25 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 14 - Alguém de quem se afastou

Menina,

Me afastei de você, ou melhor, venho me afastando por culpa da sua falta de amor, da sua falta de preocupação por mim.
Mando-te mensagens de texto nas quais externo todo o meu gostar, pergunto se estás bem e o que me respondes cara infeliz? Responde-me que sim. Onde fica o "e você como está?" Esta frase não pertence ao seu léxico? Mas devia.
Pense mais nos outros, você não é o centro do universo, não é a menina mais linda do mundo, nem a mais legal, nem a mais simpática, nem a mais inteligente. Você é apenas uma menina. Uma menina que poderia ser lembrada por mim de alguma forma boa, poderia lembrar do seu abraço, do seu olhar, da piscadinha de olho que você dá quando fala sobre algo que tem muita certeza, poderia lembrar do seu gosto por mim,,, Mas como ele não existe, e outras coisas ruins me fazem lembrar de você, decidi então me afastar, creio que por enquanto seja uma ótima decisão tomada. Espero que sinta minha falta, ou não.

Com um tantin de mágoa,
Jessica Mota

terça-feira, 24 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 13 - Alguém que gostaria que te perdoasse

Pessoas que se apaixonaram por mim,

Sinto muito por não ter correspondido. Eu queria, juro que queria, o que eu mais queria era amar verdadeiramente aqueles que me amaram/me amam e poder ao  menos tentar manter um relacionamento com estes.
Gostaria de escrever cartas de amor, de sentir meu coração bater mais forte quando eu recebesse um sms ou uma marcação no face, uma public no mural... Eu queria muito querer estar a todo o momento com vocês, sentir um frio na barriga ao encontrar a pessoa... Queria me apaixonar por todos e cada um dos loucos que se apaixonaram, que são apaixonados e que venham a se apaixonar por mim.
Desejo que me desculpem, pode parecer covardia, mas não é. E também não é paixão, no máximo pode ser um grande amor de irmão. Não sinto desejo de lhes ter, não sinto a mínima vontade nem a menor atração.

Com alguns mil pedidos de perdão,
Jessica Mota

segunda-feira, 23 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 12 - A pessoa que você mais odeia/te causou muita dor

Como diz a minha mãe "odiar é uma palavra muito forte". Eu não odeio ninguém, mas a pessoa que me causou mais dor ainda é a mesma do projeto anterior.

Menina,

Eu não te odeio, mas você me fez sofrer tanto e desesperadamente. Me fez te amar, que droga, eu te amo tanto. Te amei loucamente, quis te ter comigo para sempre, quis estar contigo todos os dias, não estive e não pude nem tentar. Você não foi fria, você não foi nada, não disse nada, apenas desapareceu, a coisa mais covarde a se fazer, você fez. E eu enquanto isso, te amei, te prendi em minhas memórias, em meus pensamentos, em meu coração. Eu chorei lágrimas de arrependimento, arrependi-me de dizer que te amava, mas jamais me arrependi do amor que senti e ainda sinto. Desejo que sejas feliz.

Com saudade,
Jessica Mota

30 Days Letter Project - Dia 11 - Uma pessoa morta com quem você gostaria de falar

Cazuza,

Como vai ai no além? Muita cerveja? Muita inspiração? Fazendo boas letras? Queria ouvir de ti estas respostas, bater um papo bacana na madrugada... Se tu quiser aparecer por aqui a qualquer hora eu topo, eu te espero. Queria tocar violão com você, fazer umas boas músicas tomando o Whisky do seu copo. Eu queria saber como foi a sua época e como é ai onde tu está agora. Queria que você me desse umas dicas de como viver, me passasse um pouco da sua intensidade.
Sabe, eu não sei muito sobre o Agenor, mas o que eu sei de Cazuza é o suficiente para que eu goste. Sei que você dizia não precisar viver mais do que Jesus e realmente não viveu e não precisou de mais que 32 anos para mostrar como se faz, pra fazer sucesso, pra ensinar...
Encontro em suas músicas um portal para chegar até você, mas é assistindo em vídeos as palavras dos seus pais e dos seus amigos que realmente sinto sua presença por aqui, ao lado de corações a serem preenchidos e apaixonados e apaixonantes. Um dia a gente se encontra, tudo de bom pra você e até um dia.

Com amor,
Jessica Mota.

sábado, 21 de julho de 2012

Raiou o sol! Olha o mar que alegria!

Hoje eu percebi que sou um grão de areia em uma praia.

Mas uma vontade explodiu dentro de mim.

Quero conhecer cada canto dessa praia e cada um dos 7 mares.
Não quero ficar preso para sempre no mesmo lugar sendo jogado para lá e para cá por uma onda diferente a cada santo dia ou ficar preso num castelinho de areia qualquer.

Quero levar de todos os litorais as mais diversas lembranças, pois no dia em que as praias e oceanos não me pertencerem mais... terei o mais valioso tesouro que se pode ter:

Uma vida bem vivida.

João Gustavo.

30 Days Letter Project II - Dia 10 - Alguém com quem não fala tanto quanto gostaria


Jow,

Existem amizades e amizades, que seja de alma ou coração, esse é o menos importante. Se existe algo que eu realmente tenho certeza é de que a sua amizade me faz um bem inexplicável, completamente inexplicável, você não faz a mínima ideia, eu estremeço só de pensar que posso vir a não te ter mais em minha vida. Não é algo possessivo, não quero dizer que é algo de alma porque já virou clichê. Juro que tento achar palavras para descrever o que eu sinto, mas se não consigo nem elaborar a ideia em minha mente, como conseguiria explicar?  
Como? Como uma amizade surge tão rápido de modo tão intenso? Dizem que no cursinho fazemos amigos sem igual, criamos vínculos impossíveis de serem criados na faculdade, faz sentido né? Acho que amigos são pessoas que buscam algo em comum, e se a cada momento buscamos coisas diferentes, amizades criadas em diferentes momentos são diferentes, óbvio, nos dão uma sensação, um sentimento mudado. 
Sabe, às vezes acho que quanto mais gostamos de alguém, mas difícil fica da reciprocidade ser a altura, mas pensando bem... Eu não quero que você goste de mim tanto quanto gosto de você, nem que demonstre da mesma forma. Eu só quero ser importante a ponto de fazer falta, de ter a sua preocupação, de ter a atenção dos seus olhos brilhantes. Nossos olhos não brilham por qualquer um, tenho medo dos seus olhos não brilharem mais por mim. Acha estranho? Acho normal. O que podemos ter de mais precioso se não o brilho nos olhos ao ver alguém?
Eu amo você, você é com toda a certeza a pessoa com quem eu não falo tanto quanto eu gostaria, não vejo tanto quanto eu gostaria, não muita coisa tanto quanto eu gostaria. Necessito da sua alegria, do teu sorriso, do teu jeito diferente de ser. Acho que é isso que me conquista, você ser assim tão diferente, às vezes é como se você não fosse daqui, não de agora. Você é o inverso e o oposto das pessoas que passam por mim todos os dias, você tem algo de forte em você, de admirável sabe? Algo como uma força estranha a qual me puxa, a qual te empurra. Não sei ao certo o que é, mas te encoraja, me passa coragem. É como se eu soubesse que é possível, você me passa uma confiança estranha, algo como "você também pode, você também consegue". Talvez um dia você mesma me explique melhor, já que é algo que vem de você, tu deve conhecer melhor do que eu. Mas nem é isso que eu quero, não quero explicações, o que eu quero é simples, só quero a sua amizade pelo resto da minha vida, bem sei que isso não é coisa que se deseja, porém arrisco desejar mais uma vez e creio que a minha fé na nossa amizade não é em vão. Quero poder contar com o teu conselho quando qualquer menina idiota me fizer sofrer e quero mais do que isso poder te ajudar quando você precisar, não sou boa com conselhos, mas posso te abraçar, talvez minhas palavras nem sempre te confortem, mas mesmo assim quero tentar. Quero que você seja a primeira pessoa que eu pense em ligar pra dar uma notícia boa ou uma ruim, quero ser pra você sempre uma amiga de hoje que tem um grande potencial a ser amiga de amanhã. E se o universo não quiser que tudo isso seja possível, quero apenas agradecer pela a oportunidade que tive de estar ao seu lado, obrigada.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

30 Days Letter Project - Dia 9 - Alguém que gostaria de conhecer

Pessoa,

Queria te conhecer numa rua qualquer, em um dia qualquer, de sol ou de chuva, tanto faz. Só queria ter um contato diferente com você, te conhecer como a palma da minha mão, saber que posso contar contigo, saber que vai cuidar de mim e eu de ti.
Quero que saiba que sou feliz, mas eu seria mais feliz se tivesse você, seria mais segura, estaria mais de bem com a vida, melhor comigo. Talvez não dure muito tempo, talvez dure para a vida inteira. Como vamos saber se não tentarmos? Como vamos viver se não nos encontrarmos? Quero te conhecer.

Com carinho,
Jessica Mota

quinta-feira, 19 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 8 - Seu amigo favorito da Internet

Srta Zappia,

Embora não nos falemos mais tanto quanto antigamente e embora já nos conheçamos pessoalmente, te considero a minha amiga favorita da internet. Todas as risadas, as conversas, as besteiras, tudo me fez tão bem, eu gostava tanto de abrir minha página e saber que naquele dia conversaria com você. Me divertia com seu riso, com sua imagem na cam, com sua voz no mic, com seu moletom azul *-*
Você é tão inteligente, acho que gosto de ti desde a primeira palavra que me enviou, quase me apaixonei pelo seu jeito lindo de escrever, as palavras tecladas por seus dedos tornam-se todas ainda mais belas. Você é muito bela. A menina mais linda da cidade.
Espero poder ter contigo uma amizade daquelas que se diz eu te amo, que se sai pra beber sempre, que se vai ao parque, conhece os amigos, a família e a namorada. Não tenho dúvidas de que temos uma amizade, mas ainda não é dessas. É daquelas que se doa sangue e se tenta doar medula óssea. Já é boa, é daquelas amizades que se conversa com o robô ed, que se tem saudade um do outro...
Quero-te pra sempre em minha vida viu? E não é demagogia não, eu quero mesmo, é sincero, gosto de tu, da tua irmã, do bruce... Só não gosto dos seu pais porque ainda não os conheço, rs.
Aiai, desaparece não ein, eu admiro esse seu jeito legal sabe? Não tem como definir, você é, além de inteligente, esperta. É romântica, simpática, besta, você exala algo de bom, algo de muito bom que não sei o nome, mas é algo que eu gosto, que eu gosto muito e que me faz querer estar perto de você, ter você por perto.
Desejo-te muito bem e muitos bens, quero que você tenha tudo que deseja, conquiste tudo que almeja e seja feliz, obrigada por ser assim e por ter conversado comigo quando poderia apenas ter me ignorado, seria mais fácil, não exigiria ação alguma.

Com amor e saudade,
Jessica Mota

quarta-feira, 18 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 7 - Seu ex-namorado/namorada/amor/paixão

Caro(a) ex alguma coisa,

Fico feliz por ser, neste instante, apenas ex. Não que não tenha sido ótimo enquanto durou minha paixão, muito pelo contrário, foi divino, talvez a melhor paixão que já tive, porém me sinto bem assim, me sinto livre. Agora ando pelas ruas pensando em outras coisas que não você.
Desejo que tu sejas muito feliz, que arrisque, aposte e ganhe. Porque no final tudo com certeza dá realmente certo. Espero que sorria todos os dias enquanto viver e quando estiver triste me procure, serei grata por isso, adorarei tentar te arrancar nem que seja o menor dos sorrisinhos.
Eu te amo como amiga, mas como mulher talvez tenha sido apenas uma paixão ou talvez não. Mas acho que sim, porém isso não te tira da lista de mulheres que me mantêm apaixonada, obrigada por ter permitido que eu me apaixonasse.
Ei moça, eu te admiro muito sabia? Seu jeito, suas atitudes, seus sonhos, me orgulho de você e de mim por te ter em minha vida, seja sempre assim, insistente, eu já não sou tanto, rs. Te amo.

Com amor,
Jessica Mota

terça-feira, 17 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 6 - Um estranho


Querido estranho,

Ao me conhecer não tire conclusões precipitadas, não pense que sou mais uma pessoa igual as outras e nem que sou diferente. Sou apenas eu, depois de um tempo terá certeza de quem realmente sou ou nunca concluirá de fato. Por favor querido estranho, não force uma amizade comigo e nem queira ser meu inimigo logo de cara, vamos deixar rolar, tudo vai ficar bem, eu sei.
Ei, que tal tentarmos algo diferente hoje? Quando sentar ao meu lado no ônibus, fale comigo, puxe um assunto, me fale sobre os seus sonhos, sobre o percurso que correu até hoje, quem sabe saiamos juntos direto para um bar e continuemos a conversa, quem sabe possamos viver juntos uma paixão arrebatadora... Quem sabe.

Obrigada querido estranho, por tudo assim... E por nada também. Obrigada por tudo que ganhei ao te conhecer e pelo nada que eu tinha de você até você ter aberto sua boca. As estrelas piscaram em uma hora diferente hoje, ou minha blusa enganchou na catraca, quem sabe você tenha dado um tropeço na escada,,, Tudo isso, ou algo disso pode ter acontecido e contribuído para que nos conhecêssemos, saibas que tu já és muito especial para mim. Espero que me dê seu telefone, me passe seu facebook ou email, algo para mantermos contato, ou quem sabe eu espere apenas não te ver nunca mais ou algum outro dia por acaso, talvez fosse mais interessante assim. Felicidades.

Com carinho,
Jessica Mota

segunda-feira, 16 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 5 - Seus Sonhos

Que triste,

Os anos passaram e o meu sonho continua sendo o mesmo...
Quase não dá vontade de escrever essa carta.

Só quero deixar claro uma coisa, não desistirei do meu sonho e ele se tornará real.

domingo, 15 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 04 - Um parente próximo


Mano,

É um pouco difícil escrever para você, somos quase rivais aqui em casa, brigando sempre pelo colo/atenção da Mamãe. Lembra-se de quando derrubou aquele imã gigante na minha cabeça? Quase me matou naquele dia e ainda para finalizar quase me sufocou com o travesseiro, tentando amenizar meus berros desesperados de dor. Eu não levei nenhum ponto, mas doeu, foi engraçado.
São coisas assim que me fazem olhar para o passado com muita saudade. Tudo bem que a gente sempre brigou bastante, mas sempre nos divertimos mais ainda. Em minha memória tenho guardados, muitos momentos com você, em rios, piscinas, mares, terra, capim, com choros e risos. Lembro-me de quando nos mudamos para a casa que moramos hoje, você construiu, com as caixas da mudança, uma casinha enorme, até televisão a gente colocou lá dentro, isso é realmente inesquecível, eu tinha apenas cinco aninhos.
Tu sempre foi muito criativo, até hoje faz coisas não imaginadas, suas reformas, suas elaborações. Sempre te admirei, você é o homem mais genial que conheço, é simpático, carismático, inteligente, mas isso tudo é de família neh, temos mesmo muita sorte e pais excelentes. Acho-te fantástico.
Obrigada pelos ensinamentos, aprendi a perder com você e a ganhar também. Em meio a partidas de futebol, bilhar, ping-pong, você sempre ganhava de mim, eu chorava, te pedia para me deixar ganhar, ainda bem que você nunca deixava.
Sinto a sua falta quando não está aqui, gosto de jogar vídeo game com tu, gostava de brincar de bola na laje, de assistir Chave e Castelo Ra Tim Bum com você, de ouvir suas ideias e pensamentos, você é sábio. Não sei finalizar esta carta, ultimamente não tenho escrito muito bem, porém quero tentar aproveitar este momento de finalização para agradecer, pelas palmadas, pelos gritos, pelos sonhos compartilhados, os filmes assistidos, as músicas divididas, os presentes, a atenção, obrigada pela gigantesca fraternidade que existe hoje entre a gente. Amo-te seu idiota, lindo, besta, tonto, chato, irritante, teimoso, irritante, cheiroso, lindo, gostoso, bobo, irmão. Não quero que morra antes de mim.

Com muito amor,
Jessica Mota

sábado, 14 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 03 - Seus pais

Seus lindos,

Acho que essa carta é a mais fácil de escrever, um "eu amo vocês" e já basta, porém... Vamos tentar mais do que isso.
Sei que não sou das melhores filhas, tenho meus defeito assim como vocês tem, mas eu tento, tento ouvir vocês, fazer o que é mandado. Só preciso que vocês entendam que o meu futuro não é aqui, não sei onde é, mas não é aqui. Preciso que vocês enxerguem que eu sei o que estou fazendo, que eu ando com o meu RG e já compro bebida alcoólica sem precisar dele. Tenho 21 anos e por mais criança que eu pareça, já sei andar sozinha por ai, sou confusa, porém de uns tempos pra cá, até que bem decidida.
Eu posso fazer o que eu quiser, ir para onde eu quiser, ser quem eu quiser, acreditam? Sei que sim, obrigada por acreditarem em mim, me apoiar, me ajudar. Devo tanto a vocês, obrigada pela educação que me deram, pelo amor.
Agradeço pelas surras, pelas broncas, pelas falas mais altas, pela agressividade, pela calma, tudo isso que me fez paciente, que me fez mulher.
Lembro-me de quando eu era criança e era muito tímida, vocês me faziam pedir as coisas pro moço da lanchonete "vai lá menina, pede o que você quer" eu morria de vergonha, mas pedia...
Nem que eu não esteja mais aqui, eu vou sempre lembrar de tudo que fizeram por mim, fizeram mais do que a obrigação de vocês mandava. Serei eternamente grata e espero um dia poder fazer algo por vocês, dar algo, tipo muito orgulho e algum dinheiro. Eu amo muito vocês.

Com amor,
Jessica Mota

30 Days Letter Project II - Dia 03 - Seus pais

Primeiramente, sei que talvez eu seja um filho insuportável. 
Sempre cansado ou estressado e sem paciência. Mas vocês sabem que minha rotina de trabalhar de domingo a domingo das 10:00 até as 19:00 não tem sido fácil e por isso vocês relevam. Sei que relevam e obrigado por isso.
Eu queria ser um filho mais flexível, mais presente e mais legal. Mas tenho inúmeros sonhos e vocês conhecem a todos eles. Hoje corro atrás deles porque quero realiza-los e isso tem sido uma tarefa árdua.
Toda coisa boa tem suas desvantagens e a desvantagem de eu cada dia estar um passo mais próximo de meus sonhos é o cansaço.

Não estou atribuindo tudo à minha rotina, espero que entendam. Sou uma pessoa extremamente ansiosa e as menores brisas que acontecem ao redor são as maiores tempestades na minha cabeça. Eu sei que vocês dizem que eu não tenho de me preocupar tanto assim com as coisas. Juro que tento exercitar isso.

Envio esta carta para que saibam que os amo e o único motivo de eu estar cada dia mais perto de meus sonhos (espero realiza-los) são vocês e toda base, estrutura e amor que me deram para que eu pudesse chegar até aqui.

Espero chegar bem longe e leva-los comigo.

Obrigado.

João Gustavo.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 02 - Sua Paixão.

Minha paixão.
Se esse projeto tivesse começado a um tempo atrás eu escreveria para você, mas como começou agora e tendo em vista que você não é mais minha paixão, resolvi escrever para você assim mesmo.

Em primeiro lugar, porque? Porque fez aquilo comigo?
Porque me deu um beijo embaixo daquela árvore de primavera naquele domingo de setembro e depois sumiu?

Havia uma faísca em meu peito que você transformou em chama minha querida. Você não sabe o mal que você me fez.
Como você pode pedir para que eu te esperasse? Como você pode dizer que se guardou para mim por tanto tempo e depois da primeira noite que passamos juntos desaparece?

Se você não gostou de ficar comigo naquele dia, porque não disse quando te perguntei? Porque disse totalmente o contrário mas nunca teve coragem de dar as caras?

Eu gostei muito de você. Eu estava disposto a fazer muita coisa por você. Quando fui para o Rio de Janeiro, na semana seguinte em que nos beijamos, só consegui pensar em o que levar para de você. Tinha de ser uma lembrança inesquecível. A lembrança que eu nunca te dei pois você nunca esteve disposta a recebe-la. E não. Não vou lhe contar o que é... sei que isso não te causará nenhum impacto, é claro. Se você foi capaz de me deixar esperando por semanas e nunca aparecer, creio que essa lembrancinha foi o de menos para você. Sei que muito provavelmente você não lerá esta carta e talvez jamais saberá de sua existência, mas o que eu trouxe para você do Rio de Janeiro alegrou a uma outra pessoa.

Fico triste em olhar para você e não conseguir sentir aquilo que um dia senti.

Saiba que você perdeu o homem que mais te amaria durante toda sua vida e que estava comprometido em te fazer feliz todos os dias.

Beije outros lábios agora. Mas lhe garanto sem nenhum egocentrismo. Você jamais encontrará alguém como eu.

Att.

João Gustavo.

30 Days Letter Project II - Dia 02 - Sua Paixão

(falta-me paixão para escrever esta carta)

Menina chata,

No momento eu não poderia escrever para outra pessoa. Mas fique tranquila, a minha paixão hoje nem é mais uma PAIXÃO. Aos tempos do dia atual estou bem, sem pretensões, sem chatiações, estou confortavelmente confortável com o meu status de amiga.
Você pode não saber, pode achar estranho, porém direi... Acho que me apaixonei por ti antes mesmo de te conhecer pessoalmente, cada palavra sua me confortava e ainda hoje me conforta de uma tal maneira...  Então quando te conheci pessoalmente tive medo, medo de gostar tanto e não ser correspondida, o medo de sempre. Com o tempo fui percebendo que você só queria a minha amizade mesmo, então desencanei.
Gosto tanto de ti, as vezes acho que você é a pessoa que eu conheço melhor. Talvez seja. Quero-te em minha vida por muito tempo, por todo o tempo possível.
Na primeira vez em que saímos eu quis te beijar, na segunda eu quis até um certo momento, depois tentei não querer, na terceira vez eu não quis, nem pensei. Mas continuava a te olhar minuciosamente, ouvindo-te e pensando...
Bom, espero que o tempo passe, as coisas aconteçam, e  permaneçam em seu devido lugar. Desejo muita alegria pra tu.

Com amor,
Jessica Mota

quinta-feira, 12 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 1 - Seu melhor amigo.


Jessica Mota Fernandes,

Minha melhor amiga. Agradeço à Deus por ter colocado você na minha vida. 
Recebi sua carta e faço de suas palavras as minhas: A nossa amizade já dura a muito tempo e hoje não tenho duvidas de que ela será eterna. Até a morte e depois dela. Sei que no futuro continuaremos nos encontrando em outras vidas pois o elo que tenho com você é tão forte que estou convencido de que ele é simplesmente inquebrável.

A nossa amizade é um dos meus bens mais preciosos e pode ter certeza que a guardei no local mais seguro deste mundo: meu coração.
A distância física que existe entre nós faz com que percamos nossas novidades diárias, nossas conversas e nossos risos, mas cada reencontro nosso sinto como se eu tivesse conversado com você em um dia anterior porque nossas conversas praticamente continuam e minha saudade é transformada em uma alegria enorme que se torna saudade novamente na hora em que precisamos ir cada um para nossas casas.

Cada momento que passamos juntos foi simplesmente excepcional e inesquecível e respondendo sua pergunta: Sim, seria conveniente. Eu moveria o mundo se pudéssemos reviver cada um daqueles momentos que passamos.

Lembro quando, no último dia do Senai você me entregou uma carta e um livro, que guardo até hoje, e foi naquele momento em que caiu a ficha que nos distanciaríamos e isso seria contra nossa vontade. Como destino poderia pregar essa peça em nós? Mas nem mesmo o Universo foi capaz de acabar com o que temos, pois o que temos é algo poderoso.

Obrigado por fazer parte da minha vida e ser uma pessoa tão... não há palavras para descrever... acho que o ideal seria... obrigado por você ser tão você, porque pode ter certeza: NÃO HÁ NINGUÉM NESSE MUNDO COMO VOCÊ E NÃO HÁ NINGUÉM NESSE MUNDO QUE POSSUA ESSE SENTIMENTO QUE TENHO POR VOCÊ.

Eu amo você... entenderei se o tempo e a distância tenham distorcido a imagem que você tem por mim. Mas saiba que eles não foram capazes de distorcer nenhum pouco a que tenho por você.


Hoje parte de mim só é, pois você entrou na minha vida. Tenha certeza quando digo que você mudou literalmente a minha vida. Não me imagino sem essa mudança.


Me desculpe se alguma vez te decepcionei e ou disse algo que te desagradou. Pode ter certeza que não foi minha intenção.


Jamais me deixe, pois nunca te deixarei. Conte sempre comigo para tudo o que você quiser. Sempre me chame, grite por mim quando precisar. Pode ter certeza que essa distância que nos separa para mim será muito pouco. 

A imagem do quebra-cabeça foi o que pensei sobre nós. Nos encaixamos perfeitamente.

Obrigado por me dar essa amizade PRECIOSA.

Um dia entraremos em um avião rumo à Maceió conforme prometido. Ou faremos uma viagem por esse Brasil de carro.

Escreveremos e comporemos muita coisa ainda. E com certeza, no fim de nossas vidas, a história de nossa amizade será uma das melhores.

Te amo.

Com carinho,

Seu amigo, João Gustavo.

30 Days Letter Project II - Dia 1 - Seu melhor amigo


Garoto do livro,

A nossa amizade já dura muito tempo e hoje não tenho dúvidas de que ela será eterna, até a morte e depois dela, estaremos nós a conversar, eu a ler seus livros, você a ouvir minha músicas, eu a cifrar algumas suas, mas sempre e sempre um estará apoiando o outro em tudo e qualquer coisa.
Cara, pra tudo que você precisar de mim, serei seu chão, seu conforto, sua base, seu riso, serei o que tu necessitar que eu seja. Te quero aqui comigo sempre, por sms, por facebook ou pessoalmente (prefiro), do jeito que for, te quero comigo.
Juntos já fizemos algumas coisas das quais não me envergonho e até tenho vontade de fazer novamente, mas seria conveniente? Não sei. Fica o convite para quando a vontade vir.

Estamos passando por uma fase de distanciamento, eu não sei bem sobre as suas novidades, sobre o seu coração e você sabe de mim tanto ou menos do que eu sei de você. Entenderei se tu dedicar sua carta de melhor amigo para outra pessooa, sinta-se a vontade, mas é que eu realmente não me imagino escrevendo esta carta para outro alguém, não tive nenhuma relação tão (intensa não seria a palavra correta) forte sabe? Eu vivi contigo muitos momentos de paixões e isso une, atrai, move. O meu desejo mais profundo para com a tua pessoa é de que tu seja feliz no amor e sei que será. Na hora certa, no dia mais estável, tudo se encaixará e a sincronização será perfeita.

Amo-te muito João, do fundo do meu coração, sinto falta de você e a falta a qual sinto é bem aquelas que a gente pode até estar junto, mas continuarei sentindo... Falta do tempo que nos víamos com mais frequência, que colávamos nas provas, dormíamos nas aulas, ríamos dos professores, trocávamos mensagens a menos de um metro de distância, tirávamos fotos quase sempre, com direito a robert e tudo, tínhamos uma amizade invejada e isso me faz achar e ter quase certeza de que a nossa amizade é melhor do jeito que ela é hoje. Poucas pessoas sabem que somos amigos e as que sabem nem dão muita importância, isso é bom. Não nos faz ter a obrigação de demonstrar nada a ninguém, nossa amizade apenas é como é. E está ótima assim pra mim.

Pode tudo mudar, pode o vento parar, mas eu nunca vou deixar de te querer como meu amigo, meu melhor amigo.

Com muito amor,
Jessica Mota.

 P.s. Eu te Amo muito.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

30 Days Letter Project II

1 ano; 365 dias; 8.760 horas; 525.600 minutos; 31.536.000 segundos e sabe-se lá quantos milésimos.

O que pode mudar dentro desse período de tempo? Será que realmente alguma coisa ou o ser humano trata-se apenas de um ser com mente flexível porém imutável? 

Vamos acompanhar, após 1 ano e alguns meses do encerramento do projeto 30 Days Letter Project que aconteceu pela primeira vez neste blog durante Fevereiro e Março de 2011, o que mudou a partir do que escrevemos.

30 dias, 30 cartas, 30 pessoas diferentes ou não. Uma carta que você enviou para alguém ontem, você mandaria hoje?

Amanha inicia-se o 30 Days Letter Project II no blog Ecúmeno! Preparem suas canetas, escolham suas pessoas e abram seu coração e transforme tudo em palavras!

Dia 1 - Seu melhor amigo
Dia 2 - Sua paixão
Dia 3 - Seus pais
Dia 4 - Um parente próximo
Dia 5 - Seus sonhos
Dia 6 - Um estranho
Dia 7 - Seu ex-namorado/namorada/amor/paixão
Dia 8 - Seu amigo favorito da Internet
Dia 9 - Alguém que gostaria de conhecer
Dia 10 - Alguém com quem não fala tanto quanto gostaria
Dia 11 - Uma pessoa morta com quem você gostaria de falar
Dia 12 - A pessoa que você mais odeia/te causou muita dor
Dia 13 - Alguém que gostaria que te perdoasse
Dia 14 - Alguém de quem se afastou
Dia 15 - A pessoa de quem sente mais falta
Dia 16 - Alguém que não esta no seu estado/país
Dia 17 - Alguém da sua infância
Dia 18 - A pessoa que você gostaria de ser
Dia 19 - Alguém que importuna sua mente bom ou ruim
Dia 20 - Aquele quem partiu seu coração fodamente
Dia 21 - Alguém quem você julgou pela 1ª impressão
Dia 22 - Alguém a quem quer dar uma segunda chance
Dia 23 - A última pessoa que beijou
Dia 24 - Quem te deu sua memória favorita
Dia 25 - Quem você sabe que está passando por um momento difícil
Dia 26 - A última pessoa com quem fez uma promessa daquelas de "cruzar os dedos"
Dia 27 - A pessoa mais simpática que já conheceu apenas por um dia
Dia 28 - Alguém que mudou sua vida
Dia 29 - A pessoa pra quem você quer dizer tudo, mas tem medo
Dia 30 - Seu reflexo no espelho

As cartas serão postadas diariamente! Agradecemos à sua atenção e interesse e convidamos-os à aderir o projeto!

Att

Equipe do Blog
João Gustavo
Jéssica Mota

quarta-feira, 4 de julho de 2012

No meio do vale ensolarado, as trevas me alcançaram antes do anoitecer
A felicidade se precipitou em meu corpo e transformou-se em liquido que vazou pelos meus olhos
A confusão em minha mente se materializou e flutuou em forma de suspiros
Eu quero voltar para o sol

Eu quero sempre estar no sol, chega de fingir que esta calor no escuro
Não! Não esta calor no escuro, e devo admitir que também não estava tão quente assim na luz

Sou um homem ao sol
E uma criança nas sombras

Que a felicidade não vaze mais de mim
Que os suspiros sejam de alívio

Agora caminho em vales escuros e estou a procura de um único vestígio de luz, quente o suficiente para secar essa felicidade precipitada de meu rosto.


JOÃO.