terça-feira, 17 de julho de 2012

30 Days Letter Project II - Dia 6 - Um estranho


Querido estranho,

Ao me conhecer não tire conclusões precipitadas, não pense que sou mais uma pessoa igual as outras e nem que sou diferente. Sou apenas eu, depois de um tempo terá certeza de quem realmente sou ou nunca concluirá de fato. Por favor querido estranho, não force uma amizade comigo e nem queira ser meu inimigo logo de cara, vamos deixar rolar, tudo vai ficar bem, eu sei.
Ei, que tal tentarmos algo diferente hoje? Quando sentar ao meu lado no ônibus, fale comigo, puxe um assunto, me fale sobre os seus sonhos, sobre o percurso que correu até hoje, quem sabe saiamos juntos direto para um bar e continuemos a conversa, quem sabe possamos viver juntos uma paixão arrebatadora... Quem sabe.

Obrigada querido estranho, por tudo assim... E por nada também. Obrigada por tudo que ganhei ao te conhecer e pelo nada que eu tinha de você até você ter aberto sua boca. As estrelas piscaram em uma hora diferente hoje, ou minha blusa enganchou na catraca, quem sabe você tenha dado um tropeço na escada,,, Tudo isso, ou algo disso pode ter acontecido e contribuído para que nos conhecêssemos, saibas que tu já és muito especial para mim. Espero que me dê seu telefone, me passe seu facebook ou email, algo para mantermos contato, ou quem sabe eu espere apenas não te ver nunca mais ou algum outro dia por acaso, talvez fosse mais interessante assim. Felicidades.

Com carinho,
Jessica Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado