segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Palavras ditas por palavras que não conseguem ser encontradas para especificar um sentimento

Você com esses olhos como lanças
E todas essas armas que usa contra mim
Você me fez ficar com as pernas bambas de novo
Fazendo eu me sentir como um nada
Escolheu um cara fraco

Você consegue me derrubar
Só de passar por perto
Mas o que você não sabe

É que toda vez que você chega
Quero te abraçar bem forte e pedir
Pedir que fique pra sempre comigo
Olhar bem fundo nos seus olhos e apenas...
Apreciar sua beleza excêntrica
Seus cabelos negros e sua pele branca

Seus lábios que nunca beijarei
Sua mão que nunca segurarei
Seu pescoço que nunca envolverei
Você que nunca terei

Encontrar contigo, não nego, é um desejo constante
Mas algo evitado contra uma vontade maior
Uma luta eterna entre razão e emoção

Espere... não se vá.
Pelo menos ainda não
Eu penso que poderia te ter
Mas sei que é totalmente fora da realidade

Eu não quero que você se vá
Mas quero que se apague de mim
Para que meus sonhos não me consumam mais
E me digam o que pensar... mas espere
O que eu estou sonhando?

Eu queria que apenas que você pensasse em mim
Quando eu estivesse longe
Eu acho que vou te procurar mais algumas vezes no corredor
Pra chegar em casa e dormir no sofá
E ter flash backs em preto e branco que fogem do meu controle

Destruído por você
Que me pucha cada vez mais para você

E toda vez que me dou por mim
Eu tenho que me controlar
Para tentar não pensar mais em você
Porque não sei bem o que quero... mas queria muito que não fosse você.

JOÃO


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado