segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Quando não se sabe o título se intitula com palavras desconexas, pão


Eu penso muito, penso, penso e repenso: Legado é o que se deixa, mas se eu deixo um legado eu deixo o que eu deixo. Eu não sei das coisas, dai eu invento e é como se fosse verdade. Como se eu soubesse. É a minha verdade porque é verdade pra mim. Então existe.
Eu penso muito: O que é fubá?
Sabe, acho que eu tenho mesmo é medo. Medo de esquecer meus pensamentos, por isso escrevo. E escrevo bastante porque eu penso muito. Tanta coisa acontece porque eu muito penso. Muitas coisas são ruins, ou não. Como dizem: Isso tudo é só questão de opinião.

Jessica Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado