segunda-feira, 26 de novembro de 2012

30 dias, um sentimento: De mim, para você que nunca soube.

Escrevo-te para saber o que fez comigo.

Você não sabe, nunca soube.
Eu prometi para mim mesmo que nunca falaria.

Mas você me fez tão mal de um jeito tão bom... devo admitir que foi dificil te esquecer (se é que te esqueci).

A ultima vez que te vi... você estava com uma aliança. Que bom que você se ajeitou. Fico feliz que você não sabe mais quem sou. Ver que você não se lembra de mim me ajudou a aceitar a impossibilidade de tudo isso que imaginei para nós.

Sei que você não se lembra de mim... pelas duas vezes que nos cruzamos você continuou seu caminho sem sequer olhar para o lado, e olha que nossa distância durante esse cruzamento não passava os 40 cm.

Não vou prolongar essa carta. Teoricamente você ainda receberá mais 29.

Att.

João, o esquecido.


Um comentário:

  1. é cara, vc terá mais chances de falar sobre ela ^^
    até agora parece estar tudo bem. ufaaa, rs

    ResponderExcluir

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado