quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

02-12-12 - Vinte e um anos


Xuão,

E é assim que ainda está gravado no meu celular, Xuão... Lembra do dicionário de miguxês que você me deu? AHAHA, ele tá aqui no meu quarto em algum Lugar. Ai como eu tenho saudades da época que você tinha 16 e eu 17. Poxa cara, a gente era muito novinho neh!? Se apostássemos sobre as coisas que aconteceriam no futuro... Perderíamos todas as apostas. A gente mal imaginava o que iria acontecer, o que o universo tinha preparado para gente. E aqui estamos, juntos ainda.
Poxa, acho que devemos muito a esse blog ein. Acho que se não fosse ele, muitas coisas seriam diferentes em nossas vidas. Talvez não fossemos tão unidos.
A minha vida de fato seria o contrário e o inverso do que é hoje. Ai o ecúmeno... Projetos que me ajudaram a ser quem eu sou e eu agradeço a você. E se não tivesse me chamado para fazer o trabalho com vocês? E agradeço ao universo. E se você não gostasse de escreve?

É, viva as coisas em comum. Viva as letras!

O blog é nosso e por mais que tenha períodos de mais atividade de um e de menos atividade de outro, sempre tem atividade de nós dois. Uma atividade quase paranormal. rs. Seu medroso! Nunca vou esquecer do dia em que assistimos Atividade Paranormal 4 (puta que pariu) você ficou com muito medo. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, não queria contar, mas é engraçado lembrar, rs.
E o dia do nosso cigarrets, lembra? A primeira engasgada com a fumaça... Eu estava lá. Gosto muito de compartilhar as coisas com você. Mas aquilo faz mal!

Sempre que estou com saudades suas, sabe o que eu faço? Alimento os peixes ao final da página. Rs. Já os alimentou hoje? AHAHA. Precisamos dar nomes para eles, que tal Anselmo para um, Richard para outro... Melhor deixar pra lá. Rs. Escolheremos outros nomes.

Te amo meu guaxinim. Amo o seu jeito comportado e o malcomportado também. Amo suas expressões, o seu riso, o barulho que a sua risada faz. Amo quando você apoia o braço em mim, quando me abraça forte, daquele jeito apertado que só você sabe apertar. Amo suas pernas tortas e o seu andar... Suas blusas xadrez, sua vontade, seu esforço. Amo até suas reclamações e as mesmas postagens semanais que faz. Amo seu jeito dramático, suas sobrancelhas, seu corpo magro. Te amo guaxinim, te amo exatamente como você é e acho Lindo o seu jeito de ser.

Com muito amor, da sua melhor amiga,
Jessica Mota

2 comentários:

  1. Jéssicaaaa!!! Mew, eu te amo e isso é um fato na minha vida! Você é uma linda, A MELHOR AMIGA QU ALGUÉM PODERIA TER E EU TENHO!!! Lembro do dicionário de miguxês! Pq vc escrevia em miguxês não escrevia?? adoro lembrar desses tempo de 16 e 17 anos... foram histórias escritas e gravadas para sempre, assim como escrevemos várias delas com 18, 19, 20 e agora 21! 4 anos minha guaxinim... quase um quarto de nossas vidas... muito tempo. E todo esse tempo me fez acreditar numa amizade eterna que é a sua. Você é sensacional, excepcional, extraordinária, minha MELHOR AMIGA! Jamais me abandone, pois estarei pra sempre ao seu lado. Te amo

    ResponderExcluir
  2. Eu escrevia em miguxês sim, USHUAHSUHASHAS. Meu passado me condena! kkkkkkkkkk.

    Jamais te abandonarei. Eu te Amo!

    ResponderExcluir

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado