segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Masturbação Mental - Dia 5 - A Garça e o Morcego

Dai você fala:
- Irmã gordinha, me fala um título pro meu texto?
Então a irmã gordinha responde:
- A Garça e o Morcego

Fiquei pensando...
Mas por que esse título e não outro? O Morcego eu entendo, mas por que a Garça? Deve ter algum significado subliminar. Leia minhas entrelinhas e notará! Ou não, nem eu notei.
Garça é um município do estado de São Paulo, próximo a Marília. Coisa que eu, particularmente, não sabia. Mas Garça é também uma ave das pernas finas e compridas. Vivem em bandos, a observar belas paisagens. Tenho pra mim que Garças são na verdade câmeras fotográficas. E são elas que tiram essas fotos de paisagens, que vêm como plano de fundo pré-instalado em nossos computadores e celulares. Ou talvez elas sejam fotógrafas. Garças fotógrafas HAHA. Se até humanos podem... Por que não elas? Depois dos Peixes, depois dos Anfíbios, depois dos Répteis e antes dos Mamíferos, estão elas. Não especificamente as Garças, mas as Aves.

- Então você quer me dizer que entre as Aves e os Mamíferos, não existe nada?
Indaga a irmã gordinha.

Bom, na verdade eu não quero dizer nada. Ou melhor... Quero. Quero dizer que A Garça se aproxima muito do Morcego. Poderiam muito bem manter um caso amoroso, mas não iria nada além de um sexo casual. As diferenças os impediriam de manter um relacionamento sério. Nada contra a distância. Eu disse Diferenças.
Morcegos são animais, muitas vezes, cegos e cheios de amor para oferecer. Esses pequenos se apaixonam muito facilmente. Morcegos adoram leite e demoram a deixar o colo da mamãe. Eles adquirem a visão com o tempo, ou não. Depende muito das escolhas que fizerem. Do trabalho que arrumarem. Da universidade que cursarem. Da opção política. Do estudo da história. Da crença em seres mitológicos. Alguns morcegos permanecem cegos pela vida inteira. Triste.
Na verdade, bem triste e mais triste do que tudo. Muitas coisas são menos tristes do que isso. Por exemplo, o fato de não haver uma conclusão genial para esta história. Mas se ao menos vocês pudessem tirar uma moral... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado