sábado, 2 de março de 2013

Parede

Parede você é minha amiga
Mas você é de concreto
E além de cimento, você só tem um pouco de pedra e areia
Parede, somos amigos por tanto tempo
E você já me viu pelado e em inúmeras outras situções

Mas eu deveria saber
Que não demoraria muito
Pra você me constranger, com atenção indesejada devendo explicações...
Não que eu queira desistir de você...

Parede, somos tão amigos
Mas você é inanimada, então porque insiste em ser pintada de azul?
Parede era mais fácil quando eramos mais novos
Eu era jovem quando te conheci e tinhamos poucos amigos em comum
Agora eu já tenho 21 anos

Então agora é diferente

Eu deveria saber
Que não demoraria muito 
Pra você me constranger, com atenção indesejada devendo explicações...
Não que eu queira desistir de você...

Às vezes, eu tenho algumas vontades
De pegar uma marreta, e levanta-la
E amassar sua cabeça
Sua coluna de cimento, pedra por pedra e todos seus grãos de areia
Kabum

Mas... parede... você é minha amiga
E eu jamais faria mal à você...
E estarei ao seu lado para sempre
Mesmo que você me constranja, com atenção indesejada devendo explicações...
Não desistirei de você
E isso é tudo o que eu sei....


JOÃO.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado