sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O diário de um banana

Ontem eu bati o record.

Nunca tive tantos pensamentos na minha cabeça na mesma hora!
Ontem a pauta da minha mente foi as pessoas que me rodeiam, as pessoas que fazem parte da minha vida.
Minha família SEMPRE esta do meu lado, não importa o que eu faça, essa conclusão eu sempre tive, sou feliz por isso.

Meus amigos... As vezes colocamos grandes expectativas nas pessoas e depois percebemos que grandes são apenas as expectativas mesmo. Alguns papéis se inverteram tanto que me fizeram pensar: estou depositando meus sentimentos nas pessoas certas? quem os merece?
Não que o que sinto seja algum prêmio, algum troféu para pessoas abençoadas... não! Meus sentimentos são meus e para mim são valiosos demais para eu gastar a toa.

Ontem descobri uma mentira tão pequena, tão sem importância, tão inútil, tão "relevavel", mas me chateou de uma forma gigante. Então conclui o seguinte: Quanto maior é a intensidade do que sentimos, maior se torna nossa capacidade de se aborrecer com os fatos, por mais insignificantes que sejam. Fiquei de fato muito triste.

Quando se pega uma folha de papel e se amassa... ela fica toda comprimida, toda estraçalhada... você pode desamassa-la sim... mas as marcas do estraçalhamento continuam nela, mas marcas que ficaram depois que você amassou não desaparecem. É eu me senti uma folha de papel amassada por mãos amigas.

Dormi com um pesar enorme... mas quando acordei, havia uma mensagem no meu celular de uma amiga tão querida, que sei que jamais faria algo parecido com o que aconteceu comigo, muito pelo contrario, ela jamais esquece de mim, onde quer que ela vá e me senti enormemente grato por ter a amizade dela. Mais tarde quando abri minha caixa de e-mail havia um e-mail de uma pessoa que mal conheci me estendendo a mão, de forma a me ajudar como poucas pessoas já fizeram por mim.

A vida é uma faca de dois gumes. Uma mão te tira algumas coisas, mas outra te dá coisas para que você não perca as esperanças.

Obrigado Deus, por me trazer pessoas boas quando eu perco a fé em outras.

João Gustavo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado