segunda-feira, 13 de julho de 2015

Cidade de Papel

Por: João Gustavo.




Uns chamam de cidade de pedra.

Chamo agora de cidade de papel.

E até mesmo na cidade de papel, onde o sol nunca nasce, às vezes é possível ver um pouco do brilho que ela eventualmente tem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos gratos pelo seu comentário, comente sempre, isso nos ajuda a saber nosso progresso na escrita.

Obrigado